Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Eike Batista deve ficar em cela comum no Rio de Janeiro

Se não tiver curso superior, Eike Batista deve ir para o presídio Ary Franco. Data da Postagem: 29/01/2017 | Fonte: G1

G1A Polícia Federal informou que estão sendo feitas buscas em vários países à procura do empresário Eike Batista. Desde quinta-feira (26) ele é considerado foragido. Na sexta-feira (27), o Jornal Nacional mostrou uma imagem de Eike Batista embarcando para Nova York, dois dias antes do mandado de prisão preventiva.

Da mansão na Zona Sul carioca para uma cela num dos presídios do Rio. O endereço do empresário quando ele chegar ao sistema penitenciário ainda é incerto.

A prisão de Eike Batista foi decretada por causa de uma transferência milionária para uma conta do ex-governador Sérgio Cabral. Segundo os investigadores, em troca de vantagens.

O empresário e o ex-governador dividiam interesses nos negócios, mas talvez não dividam a mesma cadeia.

O ex-governador está no Presídio Pedrolino Werling de Oliveira, conhecido como Bangu 8, dentro do Complexo de Bangu.

Mas um detalhe da biografia de Eike Batista pode mudar o destino dele no sistema penitenciário. O empresário escreveu num dos seus livros que estudou Engenharia Metalúrgica na Alemanha, mas que não completou a graduação.

Se não tiver curso superior, Eike Batista deve ir para outro presidio: o Ary Franco no bairro de Água Santa, na Zona Norte do Rio.

De acordo com as regras do sistema prisional, o Ary Franco é o presídio que recebe presos por crimes federais que não têm curso superior. Lá também ficam outros detentos que ainda aguardam julgamento. Segundo o Ministério Público, dentro da cadeia, a fama, a fortuna e o sucesso do empresário não garantem tratamento especial.

“Nenhuma justificativa legal, nenhuma justificativa plausível que possa ser admitida neste caso, para dar qualquer tipo de tratamento especial, seja prisão especial, seja um tratamento diferenciado que não é dado para os demais apenados neste estabelecimento penal e dentro do sistema prisional do Estado do Rio”, afirma o promotor de Justiça de Execução Penal André Guilherme Freitas.

Atualmente, o presídio Ary Franco tem 2.129 detentos. Os presos federais ficam em galerias separadas dos demais. Eike Batista deve dividir a cela com outros detentos. Uma cela comum: com beliches, um banheiro e um espaço para tomar sol. Vai ter direito a uma TV e um ventilador. Os pequenos luxos da vida sem liberdade.




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS