Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Naviraí - Mulher surta quebra sala e agride conselheiro tutelar com golpes de capacete

Data da Postagem: 13/05/2017 | Fonte: Tá na Mídia Naviraí
(Foto: Divulgação).

Uma mulher de 28 anos, é acusada de quebrar toda uma das salas de atendimento do Conselho Tutelar de Naviraí, e ainda agredir com golpes de capacete um conselheiro.

O fato aconteceu na manhã de ontem (11), quando a mulher foi chamada para comparecer no Conselho Tutelar, para tratar de assuntos relacionados ao seu filho menor de idade.

Segundo o Conselho Tutelar, eles receberam uma denuncia, de que a mulher teria deixado seu filho de 11 anos, com a ex-sogra, uma senhora de 77 anos de idade, já há alguns dias, porém a avó, não teria condições de cuidar da criança, pois faz tratamentos a base de medicamentos.

Após checar a denuncia, o Conselho Tutelar, chamou a mãe da criança para falar sobre o caso. A mulher teria chego no Conselho Tutelar, já alterada e passou a discutir com uma conselheira, dizendo que a avó teria que cuidar da criança e que ela não iria fazer nada. Um conselheiro tutelar veio a intervir na conversa, e disse à mulher que como ela é quem tem a guarda do filho, era dela responsabilidade de cuidar da criança.

Neste momento a mulher surtou, pegou o computador que estava sobre a mesa e jogou no chão, virou a mesa, derrubou um armário e foi para cima do conselheiro, passando a desferir golpes de capacetes contra ela.

Um homem que aguardava para ser atendido, ao escutar a confusão adentrou na sala e ajudou a controlar a mulher. Ao tentar se defender dos golpes o conselheiro sofreu um corte no pulso esquerdo.

A Polícia Militar foi acionada e compareceu no local aonde encontrou toda a sala revirada. Ambos os envolvidos foram encaminhados para o 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil), aonde o caso foi registrado como lesão corporal dolosa.




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS