Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Menino de dez anos engana Face ID e consegue desbloquear iPhone X da mãe

Sistema de reconhecimento facial da Apple falhou em outras ocasiões. Data da Postagem: 17/11/2017 | Fonte: Tech Tudo
(Foto: Divulgação).

Um menino de dez anos e sua mãe gravaram um vídeo para provar que o recurso de Face ID do iPhone X não é tão seguro quanto prometido. No filme, divulgado no YouTube, Ammar Malik, que possui traços semelhantes aos de sua responsável, Attaullah Malik, consegue desbloquear o aparelho através do sistema de reconhecimento facial sem qualquer dificuldade.

Em um primeiro momento, Attaullah mostra o aparelho bloqueado e efetua o desbloqueio através da biometria. Em seguida, passa o dispositivo para o filho, que repete o procedimento com êxito, sem qualquer dificuldade. O menino ainda celebra o fato com uma dancinha da vitória. Para tentar solucionar o problema, a responsável recadastrou as informações. No entanto, bastaram apenas três tentativas para que Ammar voltasse a ter acesso ao iPhone X de sua mãe.

De acordo a Wired, a própria Apple reconhece que o sistema de reconhecimento facial pode se enganar em relação a pessoas da mesma família, principalmente no caso de gêmeos idênticos, e recomenda que, em casos como esses, seja adicionada uma etapa extra de segurança, como um código de acesso.

Assista ao vídeo a seguir:

 

Face ID em xeque

 

Hackers vietnamitas também comprovaram ser possível enganar o Apple ID. No entanto, para isso, apresentaram uma solução bastante complexa: obter um escaneamento digital detalhado dos rostos das vítimas e, então, produzir, através de impressoras 3D, máscaras em silicone, plástico e papel, cobertas de maquiagem. 

Logo após o lançamento do aparelho, não foram poucas as pessoas que tentaram ludibriar o sistema em testes exibidos na internet. E poucos obtiveram sucesso. Um deles, na realidade, foi um caso inverso, no qual o iPhone X não conseguiu reconhecer o usuário cadastrado. Um artista que se apresenta como a drag queen maquiou-se, como faz para os seus shows, e depois não conseguiu desbloquear o aparelho usando a biometria facial.




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS