Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Indústria apresenta saldos positivos na geração de emprego pelo 2º mês consecutivo

Além disso, no acumulado do ano, o saldo positivo é de 917 postos de trabalho, resultado de 9.288 contratações e 8.371 demissões. Data da Postagem: 04/04/2018 | Fonte: Dourados News
(Foto: Divulgação).

O setor industrial de Mato Grosso do Sul, que é composto pelas indústrias de transformação, de extrativismo mineral, de construção civil e de serviços de utilidade pública, voltou a registrar, pelo 2º mês consecutivo, saldo positivo na geração de empregos, conforme levantamento do Radar Industrial da Fiems.

De acordo com o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende, a exemplo de janeiro, o mês de fevereiro deste ano teve 4.780 contratações e 4.33 demissões, resultando em um saldo de 347 postos de trabalho.

Além disso, no acumulado do ano, o saldo positivo é de 917 postos de trabalho, resultado de 9.288 contratações e 8.371 demissões.

No caso do mês de fevereiro, o saldo positivo pode ser creditado à indústria da construção (+143), metalúrgica (+60), da madeira e do mobiliário (+46) e de alimentos e bebidas (+46), enquanto no acumulado do ano esse bom desempenho é graças à indústria da construção (+290), de alimentos e bebidas (+186), metalúrgica (+162), química (+85), têxtil, confecção e vestuário (+81), mecânica (+80) e da madeira e do mobiliário (+78). 

Acumulado

Ezequiel Resende acrescenta que, nos últimos 12 meses, o saldo ainda continua negativo de 5.192 postos de trabalho fechados pela indústria estadual, fruto das 57.883 contratações e 63.075 demissões.

“Os maiores saldos nos últimos 12 meses foram registrados pelas indústrias de alimentos e bebidas (+639), do papel, papelão, editorial e gráfica (+206), da borracha, couros, peles e similares (+191), da madeira e do mobiliário (+149) e metalúrgica (+110)”, informou.

Ele explica que, com esse saldo positivo, o conjunto das atividades industriais em Mato Grosso do Sul encerrou o mês de fevereiro de 2018 com 120.923 trabalhadores empregados, indicando aumento de 0,35% em relação a janeiro de 2018, quando o contingente ficou em 120.504 funcionários.

“Atualmente, a atividade industrial responde por 19,1% de todo o emprego formal existente no Estado, ficando atrás dos setores de serviços, que emprega 192.228 trabalhadores e tem participação equivalente a 30,3%, de comércio, com 125.692 empregados e 19,8%, e de administração pública, com 122.470 empregados ou 19,3%”, informou.

Detalhamento

No mês de fevereiro, 110 atividades industriais apresentaram saldo positivo de contratação, proporcionando a abertura de 1.635 vagas, com destaque para construção de edifícios (+233), obras de terraplenagem (+94), fabricação de madeira laminada e de chapas de madeira compensada, prensada e aglomerada (+86) e fabricação de álcool (+65).

Por outro lado, 75 atividades industriais apresentaram saldo negativo, ocasionando o fechamento de 718 vagas, com destaque para construção de rodovias e ferrovias (-178) e montagem de instalações industriais e de estruturas metálicas (-68).

Em relação aos municípios, constatou-se que em 41 deles as atividades industriais registraram saldo positivo de contratação em fevereiro de 2018, com destaque para Campo Grande (+613), Rio Brilhante (+152), Água Clara (+151), Naviraí (+115), Dourados (+93) e Deodápolis (+76).

No entanto, em 29 municípios as atividades industriais registraram saldo negativo, com destaque para Três Lagoas (-160), Corumbá (-114), Aparecida do Taboado (-112) e Angélica (-67).




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS