Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Miranda será o capitão da Seleção Brasileira no jogo contra a Sérvia

Data da Postagem: 26/06/2018 | Fonte: Marcio Porto
Divulgação

O zagueiro Miranda será o capitão da Seleção Brasileira no jogo contra a Sérvia, nesta quarta-feira, em Moscou, às 15h (horário de Brasília). Titular nos dois primeiros jogos do Brasil na Copa do Mundo, o jogador é o terceiro atleta diferente a usar a braçadeira.

Na estreia do Mundial, o escolhido de Tite foi o lateral-esquerdo Marcelo. Depois do empate com a Suíça, foi a vez de Thiago Silva carregar a braçadeira de capitão na vitória contra a Costa Rica. Agora, no terceiro jogo, a função será mantida entre os jogadores de defesa.

O técnico Tite já avisou que o rodízio será mantido durante todo o Mundial entre os jogadores mais experientes. 

Miranda comemora faixa de capitão e não fala sobre o choro de Neymar

Titular nos dois primeiros jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo, Miranda será o capitão da equipe na partida contra a Sérvia, nesta quarta-feira, às 15 horas, em Moscou. Ao lado de Tite, o zagueiro falou com a imprensa nesta terça-feira e garantiu que todos os problemas do último jogo já foram resolvidos, como o choro do craque Neymar após o apito final contra a Costa Rica.

- O jogo passado já foi resolvido, o mais importante era a vitória. É passado, vamos pensar no que vem adiante, temos um adversário importante, um jogo que define nossa situação no grupo. Não temos que pensar no individual. Nosso foco agora é só na equipe da Sérvia - disse o jogador.

Miranda será o terceiro atleta brasileiro a usar a braçadeira no Mundial. Na estreia, Tite optou por Marcelo ser o líder da equipe em campo, depois foi a vez de Thiago Silva, no triunfo contra a Costa Rica. O atleta de 33 anos falou sobre a responsabilidade de usar a faixa e disse que não ficará triste caso não seja o capitão em uma suposta final.
 
- Fico feliz em mais uma vez representar todo o grupo de capitães, todo o grupo da seleção brasileira. Se eu chegar à final e ganhar, posso ser capitão ou não, minha felicidade vai ser imensa, sendo ou não capitão - afirmou.

Importância de vitória contra a Sérvia, bola aérea, futuro adversário e lado emocional também fizeram parte da entrevista coletiva concedida por Miranda na véspera do duelo contra os sérvios. Confira...

A Seleção Brasileira vem sofrendo com jogadas aéreas neste Mundial e enfrentará um adversário que tem uma das maiores médias de altura da competição e a bola parada como ponto forte.
- Nossa seleção está trabalhando muito. A gente sabe das qualidades do adversário, reconhece como ponto forte a bola parada. É um fator importante para a nossa seleção, a gente trabalha bastante e sabe que em momentos importantes uma bola parada pode decidir. Estamos preparados para enfrentar esse tipo de adversário e seguramente vamos fazer um grande jogo - disse Miranda.

Futuro adversário nas oitavas de final.
- Primeiramente, a Seleção Brasileira não pode escolher adversário. A gente joga para ser primeiro. Nossa seleção chega bem para esse jogo. Houve uma melhora muito grande do primeiro para o segundo jogo, e a ainda vamos melhorar muito mais. Vamos buscar a vitória - afirmou.

Como é lidar com a pressão para esse duelo contra a Sérvia?
- Sabemos da importância e lidar com essa pressão. Somos a Seleção Brasileira, estamos habituados, e ao mesmo tempo se passarmos, vamos passar como em quase todas as Copas, passando em primeiro. Somos jogadores de alto nível e habituados com esse tipo de pressão - expôs.

Como está o lado emocional da Seleção Brasileira para essa partida decisiva?
- Acho que é um conjunto. Tanto o lado emocional quanto o técnico e físico vai existir. Todos os aspectos foram trabalhados, chegamos muito bem preparados para fazer um grande jogo - finalizou o capitão.




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS