Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bélgica e Inglaterra duelam para fazer história – ainda que sem a taça

Data da Postagem: 14/07/2018 | Fonte: Veja
Divulgação

O penúltimo jogo da Copa do Mundo de 2018 será entre Bélgica e Inglaterra, neste sábado, a partir das 11h (de Brasília), no Estádio São Petersburgo. As duas equipes derrotadas nas semifinais disputam o terceiro lugar da competição. O jogo é um aquecimento para a final França x Croácia, no domingo, mas não está sendo tratado como uma partida sem importância.

Uma vitória da Inglaterra significaria o segundo melhor desempenho da história da seleção em Copas – atrás apenas do título em 1966. Por enquanto, a equipe de Harry Kane e Jordan Pickford igualou o feito alcançado pela geração de Gary Lineker e Paul Gascoigne, quarta colocada no Mundial de 1990. Além disso, a Inglaterra quer se despedir da boa campanha na Rússia superando uma seleção “de peso”. “Não vencemos nenhum dos melhores times até agora e queremos aproveitar essa oportunidade”, apontou o técnico inglês Gareth Southgate.

A Bélgica, por sua vez, busca assegurar o posto de melhor geração da história do país. Caso derrotem a Inglaterra neste sábado, Eden Hazard e companhia terão conseguido a mais destacada campanha de sua seleção em Mundiais, superando o quarto lugar da equipe de Jean-Marie Pfaff e Jan Ceulemans na Copa de 1986.  Segundo a imprensa belga, há ainda uma motivação bem mais mundana. De acordo com o jornal belga Le Soir, a federação do país prometeu um prêmio de 1,4 milhão de reais (313 mil euros) para cada jogador em caso de vitória.

Tabela completa de jogos da Copa do Mundo de 2018

A partida também reserva a disputa pela artilharia da Copa do Mundo: os atacantes Harry Kane e Romelu Lukaku lutarão pela chuteira de ouro do torneio. O inglês lidera a corrida com seis gols, mas não marca desde as oitavas de final. O belga tem quatro gols e também passa por uma “seca”: não marca desde a segunda rodada do Mundial. Os dois centroavantes ainda terão que torcer contra o jovem Kylian Mbappé, que marcou três gols no torneio e joga a final contra a Croácia no próximo domingo.

Em tempo: Inglaterra e Bélgica já se enfrentam nesta Copa, em um jogo pouco memorável da fase de grupos. Já classificadas, as duas equipes entraram em campo com muitos reservas e pouca emoção. Os belgas venceram por 1 a 0 com um belo gol de Adnan Januzaj. A seleção inglesa, inclusive, foi acusada de não se esforçar propositalmente com o objetivo de ficar em segundo lugar no grupo e cair em uma chave mais fácil no mata-mata. Espera-se, neste sábado, uma partida mais animada.




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS