Naviraí em Foco - Carga de maconha apreendida com caminhoneiro de Naviraí totalizou 7 toneladas


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Carga de maconha apreendida com caminhoneiro de Naviraí totalizou 7 toneladas

Data da Postagem: 10/08/2018 | Fonte: TanaMídia Naviraí
Divulgação

João Batista Prazer dos Santos, de 36 anos, morador de Naviraí, foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, após ser preso com uma carreta carregada com 7 toneladas de maconha.

Os vários fardos com tabletes de maconha prensados estavam oculto embaixo de uma carga de sangue suíno em pó, que era transportada em uma carreta bitrem, Iveco, placas de Guaira/PR.

Policiais Civis de Eldorado, após serem informados pela equipe da DENARC (Divisão Estadual de Narcotráfico) da policial civil de Cascavel (PR), de que o motorista de uma carreta, carregaria droga no Mato Grosso do Sul e passaria por aquela cidade com destino Bahia, montaram campanha a espera do referido veículo.

Por volta das 23h de quarta-feira (08), os policiais abordaram referida carreta próxima à Praça dos Pioneiros, na cidade de Eldorado. Ao ser abordado, João Batista, contou que havia carregado a carreta com sangue suíno na cidade de Mundo Novo e tinha como destino a cidade de Maracanau-CE.

Ao vistoriar o veículo, a equipe policial encontrou em meio à carga se fardos de sangue suíno, vários fardos de maconha distribuídos na carroceria carreta.

A pesagem da droga ocorreu na tarde de ontem (09), e totalizou 07 toneladas. O delgado Claudineis Galinari da Delegacia Regional da Policia Civil de Naviraí, esteve na cidade de Eldorado acompanhando a ocorrência.

João Batista que já possui antecedentes criminais pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e contrabando, agora irá responder pelo crime de tráfico de drogas, cuja pena é de 5 a 15 anos de reclusão.

A delegada do DENARC (Divisão Estadual de Narcotráfico)  de Cascavel/PR, Ana Cristina Ferreira Silva, ressaltou que a troca de informações e a cooperação entre as Policiais Civis do Paraná e Mato Grosso do Sul foram cruciais para o sucesso da ação, demonstrando a importância da integração entre as instituições de segurança pública.

 




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS