Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Plantão espera imunizar 12 mil contra sarampo e pólio em dois dias

Data da Postagem: 01/09/2018 | Fonte: Correio do Estado
Divulgação

Sem atingir a meta de vacinação durante o período de campanha, encerrado na última sexta-feira, os postos de saúde de Campo Grande realizam plantão neste fim de semana para imunizar crianças entre um e menores de cinco anos contra sarampo e poliomielite. A expectativa da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) é vacinar mais 12 mil crianças neste dois dias.

A Capital ainda não atingiu a meta de 95% de imunização estabelecida pelo Ministério da Saúde. Até o momento, apenas 70,5% das 47,5 mil criança que fazem parte do público-alvo foram imunizadas. Da meta de 47.574, apenas 33.541 receberam as vacinas. No estado, 20.121 crianças ainda não foram vacinadas, das 158.083 que deveriam ter sido imunizadas até ontem.

De acordo com a coordenadora de Vigilância Epidemiológica do município, Mariah Barros, as equipes de atendimento foram dobradas nas unidades de saúde para elevar o índice de vacinação. “As crianças estão sendo monitoradas enquanto aguardam o resultado de laboratório, que sairá na próxima semana”.  

Na manhã de hoje, pais levaram as crianças para vacinar no Centro Regional de Saúde (CRS) do Tiradentes. A bancária Valéria Sanra, 38 anos, afirma que fez a quarta viagem  para levar a filha Bárbara de 2 anos para receber a imunização. Das outras vezes, a fila estava muito grande e ela acabou desistindo. “É importante a vacinação para erradicar a doença, não só na Capital como no País”. 

A dona de casa  Kelly Viana, 21 anos, foi motivada a levar a filha de um ano e sete meses devido aos casos de sarampo registrados no estado.“Fiquei desesperada quando vi os casos das crianças que podem ter pego a doença. Não trouxe minha filha antes porque não tive tempo”.

Oito casos de suspeita de sarampo são investigados no estado. Cinco pela Sesau e outros três nas cidades de Sonora, Taquarussu e Nioaque conforme a Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Além do CRS do Tiradentes, também estão realizando atendimento para vacinação os CRSs Nova Bahia, Aero Rancho, Coophavila e na Unidade Básica de Saúde 26 de Agosto. As equipes serão reforçadas para atender a população das 6h15min às 17h45min, sem intervalo para o almoço.

RECOMENDAÇÃO

No caso da pólio, as crianças que não tomaram nenhuma dose ao longo da vida vão receber a vacina injetável e as que já tomaram uma ou mais doses devem receber a oral. Para o sarampo, todas as crianças com idade entre um ano e menores de 5 anos vão receber uma dose da tríplice viral, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

NACIONAL

Até o momento, Amapá, Rondônia e Pernambuco já alcançaram a meta de vacinar 95% do público-alvo. Entre os estados com menor cobertura vacinal estão: Rio de Janeiro, Roraima, Distrito Federal, Amazonas, Acre, Pará, Bahia, Piauí, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul.

Até o dia 28 de agosto, foram confirmados 1.553 casos de sarampo no Brasil, enquanto 6.975 permanecem em investigação. O país enfrenta dois surtos da doença: no Amazonas, que já computa 1.211 casos confirmados e 6.905 em investigação, e em Roraima, onde há 300 casos confirmados e 70 em investigação.

Casos isolados e relacionados à importação foram identificados nos seguintes estados: São Paulo (2); Rio de Janeiro (18); Rio Grande do Sul (16); Rondônia (2); Pernambuco (2); e Pará (2).

Foram confirmadas ainda sete mortes por sarampo, sendo quatro em Roraima (três em estrangeiros e uma em brasileiro) e três no Amazonas (todos brasileiros, sendo dois óbitos em Manaus e um no município de Autazes).




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS