Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

“Nenê do PCC” é preso por tráfico depois de fuga por muros e telhados

Data da Postagem: 07/02/2019 | Fonte: Campo Grande News
Divulgação

Apontado com um dos principais traficantes de crack em Nova Andradina, Edilson Nascimento Leite, de 37 anos, conhecido como “Nenê do PCC”, foi preso durante o trabalho conjunto entre policiais civis e militares do município, que fica a 300 quilômetros de Campo Grande.

 

 

Conforme o delegado responsável pela prisão, Rafael de Souza Carvalho, os policiais da SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil, chegaram até o acusado após receberem denúncia anônima, informando que ele estaria traficando drogas na região do Bairro Durval Andrade Filho.

A partir das informações, na noite desta terça-feira (05) os investigadores localizaram a residência do suspeito, no Bairro São Vicente que passou a ser monitorada. Durante a noite, ele e um outro suspeito saíram do local em um veículo Toyota Corolla, preto. 

Eles foram seguidos até a esquina da Rua Juichi Nakamura com a Rua Eraclides Simões, quando  foram abordados. Para evitar ser preso o suspeito saiu correndo pulando entre os muros das residências.

Além dos policiais civis, agentes da Força Tática da Polícia Militar se empenharam nas buscas, dentro dos quintais e até em cima dos telhados. Assustados, todos os moradores também saíram para as ruas, enquanto suas residências eram vistoriadas.

Após mais de uma hora de buscas os agentes encontraram o suspeito em cima do telhado de uma das casas. Ele desceu, foi algemado e em seguida encaminhado para a 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil) de Nova Andradina/MS.

Ainda conforme o Nova Notícias, no veículo em que estava a dupla foram encontrados duas pedras brutas de crack, que Nenê disse que eram suas. Caso fosse fracionada a droga poderia render até 60 trouxinhas, o que equivaleria a cerca de R$ 900,00 depois de vendidas.

Ele foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e, ainda conforme o delegado já acumulava outras passagens pelo mesmo crime no ano de 2008 e 2014. O condutor do veículo disse que não tem envolvimento com o tráfico, foi ouvido como testemunha e liberado.




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS