Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Polícia desativa

Data da Postagem: 08/02/2019 | Fonte: Campo Grande News
Divulgação

A polícia paraguaia desativou ontem, quinta-feira (07), um centro de monitoramento descoberto em uma residência que era comandado pelo narcotraficante Sergio de Arruda Quintiliano Netto, o Minotauro, em Pedro Juan Caballero, cidade que faz divisa com Ponta Porã.

Do local, Minotauro e seus comparsas controlavam o “Big Brother” com câmeras instaladas nas  residências onde moravam membros de seu bando e também acompanhavam a movimentação de outros pontos estratégicos da cidade, onde também haviam câmeras espalhadas.

Durante a operação de ontem, os policias fizeram buscas em oito endereços e 15 pessoas foram presas. Armas de grosso calibre além de dezenas de celulares também foram apreendidos.

Apesar do resultados das buscas, dois outros suspeitos apontados como mentores do esquema não foram localizados. Conforme o comandante da investigação, Walter Vazquez o principal objetivo era encontrar, Emerson Salinas que seria o braço direito de Minotauro na fronteira e que ainda está foragido

O técnico de informática Aníbal Calonga, onde foi montado o centro de monitoramente, também não foi encontrado. Era ele o responsável pela instalação das câmeras nas residências dos traficantes e outros endereços de Pedro Juan Caballero.

Na residência de Calonga foram apreendidos diversos dispositivos de monitoramento e gravação de câmeras de segurança, que serão periciados. A expectativa é de que por meio das imagens, seja possível identificar quem chegou e saiu das residências de quem integrava a gangue de Minotauro.

Graças a esse método de vigilância, Minotauro - mesmo de Balneário Camburiú, SC, onde foi preso na última segunda-feira(04)-, controlava pela internet a residência de seus comparsas e também a cidade. O esquema lhe dava vantagem diante das forças policiais e viabiliza as suas rotas de fuga, antes de possíveis ataques.

O último local vistoriado pelos policiais foi um endereço no bairro Potrero Sur, onde Minotauro tinha uma "fazenda de repouso".

Na operação de ontem foram presos os brasileiros;Emerson Roni Marques de Souza, de 26 anos, Ailton Botelho dos Santos, de 34 anos, Rodrigo Rocha de Araújo, de 22 anos, Renan Canteiro, de 29 anos, Wilson Carlos Torres Quadros, de 37 anos, Rafael de Souza, de 24 anos, Felipe Diogo Fernandes Dias, de 24 anos, Julio Cesar Gomes, de 28 anos, Deny Junior Mendes Moura, de 30 anos, Mike Vinicius Lima Nascimento, de 22 anos, Tiago Henrique Lima Fernandes, de 26 anos, e Luciano De Souza Martinez, de 25 anos.

Também foi preso Marcos Paulo Valdez Pereira, que tem documentos brasileiros e paraguaios.

Sete brasileiros foram encontrados na casa do paraguaio Ederson Salinas, conhecido como “Ryguazu”. No local também foi preso o cidadão paraguaio William Benjamin Gonzalez Salinas, de 20 anos.




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS