Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Prefeitura afasta quatro médicos depois de denúncias de má conduta em posto

Data da Postagem: 08/03/2019 | Fonte: Sul News
Divulgação

A  Prefeitura de Campo Grande afastou quatro médicos concursados e abriu sindicância contra cada um deles. A informação apurada pelo Campo Grande News é de que os quatro profissionais se recusaram a cumprir horário e a atender pacientes. Todos atuam na Unidade Básica de Saúde Antônio Pereira, no Bairro Tiradentes.

Na sexta-feira (dia 1º), a abertura do procedimento contra os médicos foi publicada no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). O afastamento vai durar 60 dias como “medida cautelar”.

Ainda segundo a apuração, a indisciplina dos profissionais seria uma represália às visitas do prefeito Marquinhos Trad (PSD) nas unidades de saúde de Campo Grande. Os médicos teriam apresentado atestados frequentes, se recusado a atender pacientes e demonstrado que iriam atender mal a população – por isso a decisão foi pelo afastamento.

Desde o começo do ano, as idas do prefeito têm sido frequentes e, quando chega ao local, a realidade encontrada é quase sempre falta de médicos, longas esperas e relatos de pacientes sobre o atendimento recebido pelos profissionais de saúde. 

Esta é a primeira ação mais grave tomada pela administração municipal, depois das inúmeras reclamações dos usuários e das visitas. Contudo, mesmo afastados, os profissionais vão receber suas remunerações, com exceção das gratificações, adicionais e plantões. Punições mais severas, que podem chegar à demissão, só ocorrem após o fim da sindicância.

 




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS