Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Agentes penitenciários são torturados por membros do PCC em rebelião

Data da Postagem: 12/03/2019 | Fonte: Campo Grande News
Divulgação

Quatro agentes penitenciários ficaram feridos ao serem torturados, na tarde de ontem (11) durante rebelião de integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) no presídio de Concepción, PY, cidade que fica a 200 km da fronteira com Mato Grosso do Sul.

 

Os funcionários foram mantidos reféns na ala de condenados da unidade prisional, e o motim só foi controlado após intervenção de policiais do grupamento anti-distúrbios da Policía Nacional do Paraguai.

O agente Luís Aveiro teve vários cortes no rosto e pelo corpo e foi o primeiro a ser resgatado. Os detentos usaram facas artesanais para ferí-lo. Os outros três reféns, David Cardozo, Manuel Farias e Carlos Ojeda também passaram por seção de tortura. Todos os agentes foram encaminhados para o Hospital Regional de Concepción, mas nenhum deles corre risco de vida.

Os supostos integrantes do PCC também tiveram apoio de internos paraguaios durante a rebelião. O nome dos internos que lideraram o motim ou o número de internos envolvidos não foi divulgado pelas autoridades do Paraguai.

 



Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS