Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Polícia procura mecânico que bebeu antes de dirigir e bateu carro deixando ferimentos na filha, namorada e bebê

Data da Postagem: 14/05/2019 | Fonte: G1 MS
Divulgação

Um mecânico, de 24 anos, é procurado pela polícia após causar um acidente, deixando ferimentos na própria filha de três anos, além da namorada de 16 anos e um bebê de um ano e sete meses. Na ocasião, ele teria ingerido bebida alcoólica e, em seguida, bateu um carro contra o muro. O caso ocorreu nessa segunda-feira (13), em Costa Rica, a 338 km de Campo Grande.

"Nós fomos acionados e, quando chegamos no cruzamento das ruas Tocantins com a Sebastião Paes Ananias, encontramos apenas os vestígios do acidente. As buscas continuaram e então achamos o carro abandonado, em uma rua erma, perto de um loteamento novo da cidade. Nós identificamos os envolvidos ", afirmou ao G1 o delegado Alexandro Mendes, responsável pelas investigações.

Os investigadores então seguiram para o endereço do motorista. "Ele estava com a namorada e, assim que viu a chegada da nossa equipe, fugiu pulando o muro de várias casas. A adolescente disse que ele realmente bebeu latas de cerveja. Ela foi levada para atendimento médico, assim como as duas crianças. A mais nova, que teve um trauma na cabeça e fratura do fêmur, teve ser encaminhada para atendimento na Santa Casa, em Campo Grande", ressaltou Mendes.

Conforme a assessoria de imprensa da Santa Casa, a bebê está bem, consciente e orientada, na ala verde. Ainda conforme o hospital, a fratura ocorreu no membro inferior direito e ela permanece estável.

 
 

Ainda conforme o delegado, os investigadores também não acharam no carro a cadeirinha - equipamento obrigatório no transporte de crianças e seguem a procura do suspeito. Ele deve responder por lesão corporal qualificada, evasão do local de acidente de trânsito e omissão de socorro.

 

Outra investigação

 

Além do suspeito, a polícia também apura a conduta da mãe da bebê ferida no acidente. "A mulher, ainda segundo a adolescente, estava em outro carro e muito alterada na ocasião. Ela disse que até mesmo por este motivo pediu para levar a bebê no carro dela. A suspeita, em abril deste ano, já foi alvo de investigação por agressão, abandono de incapaz e vamos noticiar o fato ao Ministério Público. Neste caso, ela agiu com negligência ao permitir que a bebê embarcasse num veículo conduzido por motorista sob efeito de álcool", finalizou o delegado.




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS