Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Cabeleireira foi estrangulada após perguntar se autor abusou da filha

Data da Postagem: 11/06/2019 | Fonte: Correio do Estado
Divulgação

A cabeleireira Érica Aguilar Pereira, 39 anos, foi morta por estrangulamento pelo namorado na manhã desta terça-feira (11), em um condomínio do Jardim Campo Nobre, região sul de Campo Grande, após perguntar a ele se havia abusado sexualmente de sua filha, de 14. O acusado, conhecido como 'Biscoito', de 39, já foi preso em flagrante pelo crime em 2008, além de ter passagem anterior pela polícia por tráfico de drogas. O casal estava separado há alguns meses e decidiu reatar há poucas semanas.

A polícia busca esclarecer o ocorrido. Segundo a delegada Sueili Araújo, responsável pelo caso, a adolescente acordou com o acusado já com as mãos em seu pescoço. "Falou para ela não gritar e que sua mãe estava dormindo", disse.

No relato de vizinhos, uma briga aconteceu por volta das 23h. Às 3h, a menina começou a pedir ajuda nas casas vizinhas, alertando que a mãe estava morta. A polícia suspeita que foi quando ela conseguiu de livrar do acusado e correr de dentro de casa.

Em seu depoimento, a adolescente diz que não haviam sinais de anormalidade na rotina da família. A mãe passava por dificuldades financeiras e o acusado a ajudava, inclusive com seus filhos, a menina e seu irmão , de 4.

Durante a noite, como ficaria um tempo a mais no salão em que trabalha, no mesmo bairro, Érica ligou a 'Biscoito' pedindo para ele levar as crianças para jantar. Quando o acusado voltou, a briga começou.

Vizinhos e a própria adolescente confirmam que o acusado passou a ficar agressivo quando questionado se abusou sexualmente dela. É apurado se Érica não sabia do antecedente do namorado, com quem brigara e reatara a relação há apenas algumas semanas.

De concreto, a polícia encontrou o apartamento sem energia elétrica. A suspeita é de que o autor tenha cortado para invadir a residência pela madrugada, já que, pelo relato da jovem, 'Biscoito' saiu enfurecido dizendo que iria tomar banho após a discussão. E ela dormiu junto do irmão sem notar qualquer troca de agressão física. Só voltou a vê-lo quando estava com as mãos em seus pescoço.

'Biscoito' segue foragido até a publicação desta reportagem. Equipes da PM e da própria Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher, onde o caso foi registrado, estão nas ruas buscando encontrá-lo. Ele foi indiciado por homicídio qualificado, entre eles quando praticado contra mulher, feminicídio, e tentativa de assassinato.




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS