Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

PF prende homem que produziu pornografia com familiar de 6 anos em MS

Data da Postagem: 30/10/2019 | Fonte: Dourados News

Um homem que não teve a identidade divulgada foi preso nesta quarta-feira (30) pela Polícia Federal em Campo Grande acusado de produzir material pornográfico com uma criança de apenas seis anos de idade, familiar dele.

Cumpridos nesta manhã, os mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva foram expedidos pela 5ª Vara Federal de Campo Grande no âmbito da operação Aliquid, palavra que significa “parente” em latim e faz referência ao eventual grau de parentesco entre o investigado e sua vítima.

Conforme a PF, o trabalho investigativo teve início em setembro de 2019, a partir de informes repassados pela National Center for Missing & Exploited Children – NCMED à Unidade de Repressão aos Crimes de Ódio e à Pornografia Infantil na Internet da Polícia Federal – URCOP.

Os investigadores apuraram que um indivíduo residente na capital de Mato Grosso do Sul teria produzido material pornográfico com uma criança de seis anos de idade, parente do investigado, e o material transmitido pela internet.

Conforme a corporação, as condutas investigadas caracterizam os crimes previstos nos artigos 240, 241-A e 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Os federais citam exaustivas investigações que levaram ao cumprimento do mandado de busca e apreensão, quando foram apreendidos materiais que apontam para o efetivo cometimento dos crimes investigados, inclusive com a prisão em flagrante delito do investigado pelo crime de armazenamento de material pornográfico infanto-juvenil previsto no artigo 241-B do ECA.

O material apreendido será utilizado para a identificação de novas vítimas e o homem detido foi conduzido para a Superintendência da Polícia Federal em Campo Grande, onde ficará à disposição da Justiça. Se condenado, os crimes implicam em penas que podem chegar a 18 anos de prisão.




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS