Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Naviraí: Consultores do Consorcio Conisul explica atraso da instalação da usina móvel de recapeamento asfáltico.

Data da Postagem: 30/06/2020 | Fonte: PORTAL DO CONESUL
Divulgação

A reportagem do site Portal do Conesul, entrou em contato com a equipe de consultores do consórcio Conisul representada por Valter José da Silva e Vanderlei Bispo, para solicitar esclarecimento a respeito da usina móvel que estaria instalada no município, entre os dias 15 a 20 de junho.

 

A reportagem do site Portal do Conesul, entrou em contato com a equipe de consultores do consórcio Conisul representada por Valter José da Silva e Vanderlei Bispo, para solicitar esclarecimento a respeito da usina móvel que estaria instalada no município, entre os dias 15 a 20 de junho.  

Em entrevista ao representante da ANIP. José Luiz Bressa, Vanderlei Bispo disse que “estive com os técnicos da usina móvel de pavimento asfáltico no município, averiguando a área que receberá a usina no Parque de exposição Tatsuo Suekane, pois a base, que é responsabilidade da prefeitura já estava disponível, e nesta visita eu disse que do dia 15 a 20 de junho, a usina já estaria em Naviraí.”


Ao ser indagado a respeito de qual o impedimento da instalação, Vanderlei bispo explicou “Nós da equipe técnica, não nos atentamos para a quantidade de combustível que estava dentro da usina, a mesma possuía muito de um combustível chamado Xisto, que é próprio para a fabricação de lama asfáltica. Nós não podemos remover a usina com carga dentro dela, porque danifica a estrutura da usina, caso fizéssemos isso, teríamos que contratar caminhões especiais de auto custo para retirar e armazenar esse combustível em algum local dentro do município. Seria um procedimento não viável, por este motivo, nós optamos por utilizar o restante do xisto produzindo lama asfáltica na região, para podermos, assim, transportar e instalar no município de Naviraí, que já possui a base pronta para instalação desde o mês de maio.”


Finalizou dizendo que “Diante desta problemática, nós iremos atrasar as operações em Naviraí por mais 20 dias, partir do que foi programado inicialmente, consequentemente, os município de Itaquirai, Jutí e Caarapó também estarão na mesma programação. Ao que diz respeito a nova data para o município de Naviraí, receber a usina, acreditamos que mais tarda, segunda- feira da semana que vem dentro das condições climáticas, estaremos iniciando a desmontagem da usina para transporte, entre dia 5 a 9 de julho. Agradeço a compreensão e a parceria com os municípios.”

 




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS