Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Cantor sertanejo Cristiano Araújo surge algemado

Cantor foi detido por barulho em festa na madrugada desta quinta-feira (2). Detido em delegacia de Goiânia, ele afirmou: 'Vou sair de cabeça erguida' Data da Postagem: 02/08/2012 | Fonte: G1
Tv Anhanguera

Detido durante a madrugada desta quinta-feira (2) devido ao excesso de barulho ao fazer uma festa em sua casa, o cantor Cristiano Araújo saiu temporariamente do 20º DP de Goiânia para realizar o exame de corpo delito algemado. “Eu acho um exagero [estar algemado]. Talvez por eu ser artista”, brincou com os repórteres.

“Eu não sei. Talvez seja um procedimento deles. Eu não me importo. Não devo nada. Não tem problema nenhum não. Nessas horas, a gente tem que provar que é humilde e simples e não é porque é artista que é melhor do que ninguém não. Vou sair de cabeça erguida. Eu não fiz nada de errado, apenas uma festinha e o vizinho reclamou do barulho”, comentou. Cristiano reafirmou que vai a assumir a responsabilidade pelo ato.

Segundo o advogado do cantor, Josair Correia Júnior, é preciso aguardar os procedimentos normais da ocorrência, como a realização do exame de corpo delito e a estipulação do valor da fiança pelo delegado. “Dependendo disso, a gente toma as providências”, disse.

De acordo com a Polícia Civil, a festa começou às 22h da quarta-feira (1º) e, incomodados pelo barulho, os vizinhos chamaram a polícia por volta das 4h da manhã. Até as 12h45 ele ainda estava no 20º Distrito Policial de Goiânia prestando esclarecimentos, conforme a assessoria de imprensa do cantor.

Os policiais também disseram que esta foi a sexta notificação que Cristiano recebeu por barulho em festa. Desta vez, ele poderá responder pelos crimes de perturbação e crime ambiental, com pena de seis meses de detenção ou pagamento de fiança de até cem salários mínimos.

“Os moradores já teriam pedido anteriormente para que maneirasse na questão das festas realizadas, mas, infelizmente, isso não aconteceu. O aceitável são até 50 decibéis e lá estava em 68 decibéis”, contou o delegado Emerson Morais de Oliveira.

Além do problema do barulho na festa, os vizinhos perceberam que havia uma confusão na casa do artista. Segundo alguns deles, um homem que não havia sido convidado para a festa era suspeito de ter se misturado aos amigos do artista e de ter furtado alguns deles. Testemunhas revelaram que, com o suspeito, foram encontrados dois relógios, um óculos e cem reais. O homem também foi detido para prestar esclarecimentos.

 




Untitled Document
© NAVIRAÍ EM FOCO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS